Wolney Oliveira



Wolney Mattos Oliveira. Nascido em Fortaleza, Ceará, em 1960. Diretor, roteirista e produtor de cinema. Formou-se como cineasta pela Escola Internacional de Cinema e Televisão de San Antonio de los Baños (EICTV), em Cuba, com especialização em fotografia. Entre curtas e longas-metragens tem dirigido mais de 14 filmes, e recebido numerosos prêmios no Brasil e o exterior. Atualmente é diretor da Casa Amarela Eusélio Oliveira, do departamento de cinema da Universidade Federal do Ceará, e também presidente do Cine Ceará-Festival Ibero-americano de Cinema.

Filmografia

Direção e Roteiro

2011 Os últimos cangaceiros – Documentário, 79', 35 mm, color, Brasil.

2006 El Cayo de la Muerte (A ilha da morte) –  Ficção, 88', 35 mm, color, Brasil/Cuba/Espanha.

2004 Borracha para a Vitória – Documentário., 55', color, Brasil.

1999 Milagre em Juazeiro – Docudrama, 35 mm, 83', Brasil.

1994 Elementais – Documentário, 18', Brasil.

1993 As Barricadas Abriram Caminhos – Documentário, 15', Brasil.

1992 Sabor a mí – Documentário, 29', Panamá, Argentina, México, Cuba e Brasil.

1990 Los regalos de Don José (Os presentes de Dom José) – Documentário, 19', Brasil.

1989 Um, dois – Documentário, 13', Brasil.

1988 El invasor marciano (O invasor marciano) – Documentário., 24', Cuba.

1987 Sirio en cuadro (Sirio em quadro) – Documentário, 13', Cuba.

1987 Gilberto y Yayá – Documentário, 7', Cuba.

1982 Un día de Tito (Um dia de Tito) – Documentário, 18', Brasil.

 

Edição

Reisado. Documentário, Super 8, Fortaleza, 1983.

Emboladores. Documentário, Super 8, Fortaleza, 1983.

Os Penitentes. Documentário, Super 8, Fortaleza, 1985.

Tito, o Dominicano da Liberdade. Documentário, Super 8, Fortaleza, 1985.

Hégira-622. Documentário Vídeo U-Matic, Havana, 1988.

Os Presentes de Dom José (Los regalos de Don José), Documentário, Vídeo U-Matic, Havana, 1990.

 

Fotografia

Tapeba, Resgate e Memória de uma Tribo, Documentário, VHS. Brasil, 1985.

Depré-Clip, Ficção, 16 mm, Cuba, 1988.

Quidiello, Documentário, Vídeo U-Matic. Cuba, 1988.

Suicídio, Ficção, 16 mm, Cuba, 1989.

Insólito Fenômeno, Ficção, 16 mm, Cuba, 1990.

Desde Agora, Ficção, Série Televisiva, U-Matic, 10 Capítulos, Cuba, 1990.

Plásticos Cubanos, Documentário, Vídeo HI-8, Cuba, 1990.

A Solidão, Ficção, 16 mm, Moçambique, 1990.

Azul Caixão de Anjo, Ficção, Betacam. Brasil, 1991.

As Barricadas Abriram Caminhos, Documentário, Super VHS. Brasil, 1993.

Elementais, Documentário Super VHS. Brasil, 1993.

 

Fotografia Adicional

It's All True. Dirigido por Orson Wells e Richard Wilson. Fortaleza, 1993.



Prêmios

Os últimos cangaceiros”

Menção Especial do Júri-8° Amazonas International Film Festival, Brasil, 2011.

3° Prêmio-Troféu Coral de Documentário -33° Festival Internacional do Novo Cinema Latino-americano de Havana, Cuba, 2011.

Prêmio-Cibervoto-Portal de Fundação do Novo Cinema Latino-americano (FNCLA), 33° Festival Internacional do Novo Cinema Latino-americano de Havana, Cuba, 2011.

Melhor Longa-metragem Ibero-americano-DocsDF -Festival de Documentários da Cidade do México, 2012.

Melhor Longa-metragem e Melhor Longa-metragem pelo Júri Popular-RECine-Festival Internacional de Cinema de Arquivo, Brasil, 2012.

 

“A Ilha da Morte” (“El Cayo de la Muerte”)

Melhor Roteiro, Festival de Cinema Latino-americano de Trieste, Itália, 2007.

Melhor Filme Júri Popular, Festival de Cinema e Vídeo de Macapá, Brasil, 2007.

Melhor Direção de Arte, 4º Festival da Lapa – Cinema num Ambiente Histórico, Curitiba, Brasil, 2008.

 

“Milagre em Juazeiro”

Prêmio Especial do Júri, XXXI Festival de Brasília, Brasil, 1999.

Prêmio à Melhor Atriz Coadjuvante (Marta Aurélia), XXXI Festival de Brasília, Brasil, 1999.

Melhor Montagem Longa-metragem, IV Festival de Cinema de Recife, Brasil, 2000.

Melhor Ator (José Dumont), III Festival de Cinema Luso-Brasileiro, Portugal, 2000.

Prêmio dos Cineclubes ao Melhor Filme, III Festival Luso-Brasileiro, Portugal 2000.

Prêmio ao Melhor Documentário, Festival Internacional de Montevidéu, Uruguai, 2001.

Prêmio ao Melhor Documentário no Festival Internacional de Montevidéu, Uruguai, 2001.

 

“Borracha para a Vitória”

1° Doc TV Brasil

 

“Sabor a mí”

Prêmio Especial do Júri ao Melhor Documentário em Vídeo, XIV Festival Internacional do Novo Cinema Latino-americano, Havana, 1992.

Prêmio Vídeo-Escola Categoria Nacional, Fundação Roberto Marinho e Fundação Banco do Brasil, 16° Guarnicê de Cine-Vídeo, Maranhão, 1993.

Prêmio ao Melhor Vídeo, 16° Guarnicê de Cine-Vídeo, São Luís, Brasil, 1993.

Prêmio ao Melhor Argumento, 16° Guarnicê de Cine-Vídeo, São Luís, Brasil, 1993.

Prêmio Sol de Prata, Melhor Vídeo de Longa Duração, 9° Rio Cine, Brasil, 1993.

Menção Honrosa ao Melhor Vídeo, 10° Festival Internacional de Cinema e Vídeo de San Juan, Porto Rico, 1993.

Melhor Musical, Prêmio Tam-Tam Vídeo, Roma, Itália, 1994.

 

“O Invasor Marciano”

Prêmio Mikeldi de Ouro-Melhor Documentário, 30° Festival Internacional de Cinema Documentário e Curta Metragem de Bilbao, País Basco, 1988.

Prêmio Caracol à Melhor Direção de Documentário, VII Festival Nacional de Cinema e Vídeo, Havana, 1989.

Prêmio Especial do Conselho Nacional de Cineclubes ao Melhor Documentário, 12ª Jornada Internacional de Cinema e Vídeo, São Luís, Maranhão, Brasil, 1989.

 

Outros prêmios

Prêmio ao Melhor Curta De Ficção, "Um, dois", na 3ª Mostra de Cinema Jovem, Havana, 1990.

Menção Honrosa ao Melhor Vídeo, "Elementais", 21ª Jornada Internacional de Cinema e Vídeo da Bahia, Brasil, 1994.